CORONA REVELA ZEMA

Realmente o governador de Minas é outro diante desta crise, maior ainda daquela que ele encontrou no Estado. Economia agravada, aumento de despesas, queda de receita e a defesa de vidas formam o quadro. A reação tem sido impecável, se comparada com a maioria dos demais governadores, empenhados em aparecer, em fazer política, muitas das vezes passando ao largo do interesse público.

Já em Minas, que, embora não esteja entre os estados mais afetados pela pandemia, tem uma situação delicada nas suas contas, a reação do governador tem sido de equilíbrio, moderação, bom senso. E com a lealdade e a humildade de não esconder as dificuldades de caixa para pagar a folha de pessoal, tendo chegado a pedir desculpas – embora, evidentemente, não dependa dele o dinheiro para honrar os pagamentos.

Um fato que chama a atenção também é que em nenhum momento o governador procurou jogar a culpa nos outros, sejam nas gestões anteriores, no governo federal ou até mesmo na Assembleia, que reluta em dar instrumentos realistas para debelar a crise econômica de difícil recuperação.

O diálogo com os prefeitos melhorou muito, faltando agora criar uma agenda de encontros para conversas sobre problemas regionais. Ainda há queixas na falta do contato direto entre o governo e os prefeitos. Poderia agendar, tão logo abrande a crise, reuniões regionais em cidades polo, como Barbacena, Ouro Preto, Governador Valadares, Curvelo, Montes Claros, Pouso Alegre e Caxambu, levando algo nas mãos, inclusive do setor privado, que vai precisar de apoio para a recuperação. Neste ponto é muito importante a presença da bancada federal leal, que pode agir em Brasília junto ao BNDES, Ministério da Agricultura, Banco do Brasil, DNITT e outros organismos que podem investir ou financiar projetos mineiros.

Para tal, vai precisar mesmo contar com a bancada na Câmara e no Senado, os grandes empresários mineiros e, se possível, atrair novos investidores, visando inclusive diversificar a economia mineira, muito concentrada e frágil diante das crises.

Enquanto os outros brigam, ficam no tititi da política menor, a independência e simplicidade do governador Zema podem fazer a diferença.

Que assim seja!!!

You might also like More from author

Leave A Reply

Your email address will not be published.