Navegação na tag

Jornal o Dia

NÃO DÁ MAIS PARA MEIA-SOLA

Com o tamanho da crise e as dimensões do país como economia, demografia e desigualdade social e regional, se o Brasil não se tornar adulto, responsável, vai implodir e viver um destino de “pobre nação rica” muito em breve. Todas as mazelas…

ACORDA, BOLSONARO

O presidente Bolsonaro tem sido duramente atacado na CPI da pandemia. Realmente o que tem sido apurado já era sabido. Ele adotou uma postura negacionista, se aventurou e teimou em recomendar remédios sem base cientifica, negligenciou…

POBRE SETOR ELÉTRICO

O Brasil sempre teve no seu setor elétrico uma referência de qualidade técnica e operacional. Os melhores quadros do país estão presentes no segmento, que tem sido há mais de meio século a base do desenvolvimento nacional. E compensava o…

GRAVIDADE DO CASO PEZÃO

O Judiciário, acossado por fortes denúncias, tenta desviar a atenção para sentenças espetaculares, capazes de ocupar o espaço das denúncias na mídia e na atenção da opinião pública. O STF teve a coragem de não aceitar delação de Sergio…

A PANDEMIA MUDA A VIDA

Ao contrário dos intelectuais e acadêmicos que acham que o mundo será outro no pós-pandemia, no que eles se referem vai ser, ainda por décadas, a mesma coisa. O egoísmo vai permanecer, depois de rápida suspensão pelo medo gerado pela…

O SENADOR BOM SENSO

Como é bom ter gratas surpresas na avaliação de políticos brasileiros nestes dias. O senador Eduardo Girão, do Ceará, foi uma boa revelação. Membro da CPI da Pandemia, tem sido exemplar na correta observação do que deve ser a CPI no que…

JORGE PICCIANI E BRUNO COVAS

Há dez dias, o Rio de Janeiro e São Paulo perderam políticos de relevância na vida pública. Ambos com história, e prematuros, não só o prefeito Bruno Covas, no auge da vida e da careira aos 41 anos, como Jorge Picciani, com 66. Neste Brasil…

RIO E A REFORMA DO FUTEBOL

O Rio de Janeiro se confunde com a história e o sucesso do futebol brasileiro. Nasceu em Bangu, trazido pelos ingleses da Fábrica de Tecidos, no início do século passado, e de lá para cá fez do Brasil o país do futebol. No Rio também, os…

HORA DE REAGIR AO RETROCESSO

Temos de reconhecer que o Brasil vai mal. Não é a pandemia e seus equívocos lamentáveis, nem a crise na economia, que é mundial. É na crise ética, moral e racional, que nos prende no subdesenvolvimento, como se fossemos formados por um povo…