Historias e Estórias #33

Minha amiga de toda a vida e admiração Anna Maria de Abreu Monteiro Ramalho, jornalista titular de um site e com uma bela carreira, é um talento e uma personalidade com ilustres raízes.

Foi a ghost-writer do livro de Ibrahim Sued, durante muitos anos a número dois da coluna Carlos Swann, com Fernando Zerlottini e depois com Ricardo Boechat, e titular de colunas em O DIA e no JORNAL DO BRASIL.

Anna é bisneta de uma das figuras mais interessantes de nossa literatura, o historiador Capistrano de Abreu, estudioso que gostava de contestar a obra de seu colega Visconde de Porto Seguro e que, eleito para a Academia Brasileira de Letras, resolveu não tomar posse. Figura curiosa de cearense que viveu no Rio e é nome de escolas. Bom frasista, tem imortalizada a em que sugeria que a nossa Constituição deveria ter como primeiro artigo a afirmação de que “todo brasileiro tem a obrigação de ter vergonha na cara”.

Capistrano e o filho Ariano eram ateus. Anna, no entanto, é mulher de convicção religiosa e sobrinha-neta de uma beata, a irmã Maria José de Jesus, cujo nome de batismo era Honorina de Abreu, o mesmo da mãe dela. A Irmã Maria José foi por 40 anos a Priora do Carmelo de Santa Teresa, no Rio e no bairro do mesmo nome. Tinha como colega de clausura uma irmã do poeta Manuel Bandeira. A sua beatificação tem 20 anos, mas o processo de santificação está em estudos no Vaticano.

Anna, que andou militando na esquerda “light”, está muito triste, pois uma de suas maiores amigas, viúva de um ilustre brasileiro, deixou de falar com ela diante do apoio que deu ao afastamento da ex-presidente Dilma. Coisas da vida…

You might also like More from author

Leave A Reply

Your email address will not be published.